Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2007

Liberdade de viver


Despenalização do aborto

Referendo dia 11 de Fevereiro de 2007



Liberdade, uma palavra tão gasta mas muito mal conhecida...

Estamos a pouco tempo do referendo sobre a despenalização do aborto. Forças politicas e civis expõem todos seus argumentos a favor e contra. A Bandeira Vermelha pretende ser, e é, um espaço na defesa dos mais fracos contra os poderosos deste mundo: Muitas vezes nos associamos aos ideais comunistas, somos um espaço de esquerda, mas não obrigatoriamente adeptos a nenhuma força politica.

Aborto, tema que propomos hoje... Falei no inicio de liberdade e do uso errado que dela fazemos. A Bandeira Vermelha defende a liberdade, incluindo a liberdade de viver, liberdade essa que o aborto não respeita. Ninguém precisa mais de ser defendido do que um bebé ainda no ventre da mãe.

Os políticos deste mundo preferem despenalizar o aborto em vez de ajudar às futuras mães que tanta vez optam por abortar por questões pessoais e económicas. É normal que uma jovem que engravidou e que está a estudar, vivendo muitas vezes ainda na dependência económica dos pais, opte por abortar. Até porque é seu futuro que está em risco.
Uma família pobre sem recursos e com filhos já certamente optará pelo aborto pois não pode suportar economicamente mais um filho.

Mas se o Estado ajudasse a jovem a criar seu filho dando-lhe possibilidade de poder continuar seus estudos, será que ela quereria abortar?
Se a família pobre tivesse dinheiro, será que optaria pelo aborto?
Claro que as autoridade governamentais preferem o que fica mais barato, (pagar as despesas com um aborto, em vez de financiar a criação duma criança) até porque a vida para eles pouco significa. O que importa é a concorrência num mundo cada vez mais competitivo e capitalista.

Mas afinal, como A Bandeira Vermelha encara o aborto? Bom, para nós o aborto é crime pois entendemos que a vida começa quando o espermatozóide fertiliza o óvulo, por isso apoiamos o NÃO ao aborto.

Se se revê nos nossos ideais:
VOTE NÃO DIA 11 DE FEVEREIRO DE 2007.

A Bandeira Vermelha

A Bandeira Vermelha editou às 13:09

link do post | comentar | favorito
36 comentários:
De simone a 8 de Fevereiro de 2007 às 20:25
tenho dúvidas sobre um Estado que resolve problemas sociais e familiares eliminado os mais fracos, silenciando-lhes a voz. O próprio Estado é o primeiro a desresponsabilizar-se perante as suas obrigações sociais e opta pela solução que lhe dá menos trabalho, a mais fácil.
Para tudo o mais, a economia ditará como sabemos - a lei do mais forte.Continuará a existir aborto clandestino, as clinicas de aborto serão apenas para alguns; e criar um filho sem apoios será cada vez mais um previlégio de alguma burguesia. Será que não estamos a construir/selecionar uma sociedade apenas para aqueles que tem condições económicas?Ou seja para os mais fortes?
De Luísa Graça a 8 de Fevereiro de 2007 às 21:44
Viva a Liberdade conquistada em Abril!O sim não obriga ninguém a abortar, mas obriga muitos a morrer...os mais fracos, os mais inocentEs, aqueles que não têm voz...todos tivemos 10 semanas, 9, 8, 7...se tivemos o direito fundamental da vida, temos de lutar para que todos também o possam ter!
Voto Não pela VIDA, pela verdadeira LIBERDADE, pela COERENCIA,pelo AMOR e o RESPEITO pelo SER HUMANO de qualquer raça, religião, ideal ou idade!
Parabéns por este blog!
De ABRAM OS OLHOS a 9 de Fevereiro de 2007 às 13:34
Claro que as autoridade governamentais preferem o que fica mais barato, (pagar as despesas com um aborto, em vez de financiar a criação duma criança) até porque a vida para eles pouco significa.

QUEM DISSE QUE O ESTADO VAI PAGAR OS ABORTOS? DESILUDAM-SE ELE VAI LIBERALIZAR NÃO FINANCIAR se a lei for aprovada vão isso sim abrir mais clinicas e as mulheres pobres continuarão a recurer ao aborto ás mãos de gente que o faça barato, pois clinicas são para que tem dinheiro não para o Zé Povinho ABRAM OS OLHOS
De Catarse a 9 de Fevereiro de 2007 às 19:11
Sendo um tema complexo, parece-me facilitismo despenalizar algo só porque não há outra solução. Não acho que a mulher deva ser penalizada mas sim apoiada. Afinal fazemos todos parte da mesma sociedade. Se começamos a cortar no que consideramos supérfluo ou com peso excessivo (e parte do que está em causa é se alguém acha que uma nova vida humana é um fardo), podemos descobrir que esse caminho nos levou longe demais...

Comentar post

Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

pesquisar

 

Artigos Recentes

Não calam a censura. Ela ...

Moção de censura ao Gover...

GREVE GERAL dia 22 Março ...

O partido que esclarece, ...

Rejeitar o programa de ag...

Intervenção de Jerónimo d...

Faz pensar...

VOTE CDU

O PS não compreendeu... n...

Participa...

Arquivos

Junho 2012

Março 2012

Setembro 2011

Março 2011

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Junho 2005

Maio 2005

Mundo Laboral


A voz do proletário

Reforma Agrária

Esquerda Portuguesa


Partido Ecologista Os Verdes

Partido Comunista Português

Juventude Comunista Portuguesa

PCP - Boletim «O Militante»

Jornal «Avante!»

Sindicato - esquerda


CGTP - Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses

Esquerda no mundo


PCdoB - Partido Comunista do Brasil

VERMELHO . A esquerda bem informada.

PARTIDO COMUNISTA DE ESPAÑA

Κομμουνιστική Νεολαία Ελλάδας  Αρχική Σελίδα

Communist Party of Greece

Partido Comunista de Cuba

Camaradas de luta


Poder Popular

Explorados e Oprimidos

Vítimas do terrorismo

O Revolucionário

Unidade POVO/MFA


Bandiera Rossa

O anti-capitalista

O Verdadeiro Socialismo

ESPAÑA ROJA

Rádio e videos online




Estou no...


Estou no Blog.com.pt

blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags