Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

usado ou apoiado?


Apoiado, até que ponto?
 


Não sou dos que se iludem facilmente. Tenho tido neste blogue muitas manifestações de apoio porque condeno o aborto e defendo o NÃO à sua despenalização.

Porém entendo que esse apoio, quando vem de pessoas de direita, aparece em força porque este blogue tem uma forte imagem ligada ao comunismo. Com isso as pessoas de direita não estão me apoiando, mas sim usando-se de mim para condenar o comunismo. Como já disse em anteriores artigos, sou um simples cidadão com direito a opinião pessoal. Minhas posições são só minhas.

É com alguma tristeza que vejo num simples artigo sobre o aborto neste blogue de ideais comunistas despoletar tanto comentário. Enquanto que criei um blogue exclusivamente para o assunto e está completamente ás moscas: "Aborto não, vida sim". Aqui sim me alegraria verdadeiramente de receber comentários.

Porém em A Bandeira Vermelha embora me alegre receber tais comentários fico na dúvida se eles são um apoio à minha posição ou um ataque aos comunistas que me visitam.

Sou pelo NÃO e isso não muda. Mas não pretendo ser usado como meio de provocar nenhuma força politica. Minha finalidade é defender aquilo em que acredito e muito especialmente aqueles pequenos seres humanos aos quais chamam fetos, e que muitos teimam em não defender.

DEFENDENDO QUEM NÃO SE PODE DEFENDER, este é meu lema e encerro aqui no "A Bandeira Vermelha" este assunto.

Dia 11 de Fevereiro votarei não e desejo sinceramente que a maioria dos portugueses assim façam.

A Bandeira Vermelha

A Bandeira Vermelha editou às 17:37

link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De UM comunista a 1 de Fevereiro de 2007 às 20:04
APOIADO, ter posições diferentes não pode nem dever ser encarado como sendo traidor, não é por ser comunista que temos que defender todas as posições do partido.
De jose silva a 2 de Fevereiro de 2007 às 10:20
Ser de Esquerda só pode ser contra o aborto e pelas políticas sociais que tirem os mais excluídos da miséria em que vivem.
A legalização do aborto é uma medida de direita que só interessa aos grandes empresários e aos neo-liberais.
De Aborto Não a 2 de Fevereiro de 2007 às 10:25
Apoio o esforço de criar uma opinião livre de partidos e de livre de interesses partidários obscuros que se insurgem em partidos da nossa praça

Força e sempre unidos pela coerencia de quem defende o mais fraco
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2007 às 14:08
Pois é melhor começarem a abituar-se porque desta vez o SIMM vai vencer!
Não pela hipocrisia como nos chamam, não pela vontade de fazer aborto. Acham que alguma vez eu quiz fazer um aborto? Devem pensar que é uma coisa de animo leve de se fazer? Eu penso que não, mas se fosse necessário gostaria de o fazer em condições humanas e não desumanas. tenho 30 anos por isso nunca irei fazer um aborto, tenho condições para ter um filho, mas luto pelas mulheres que não têm condições de os ter. Esquecem-se que muitas mulheres não têm acesso a informações que nós de classe média temos. É muito fácil de criticar e de condenar, não se esqueçam disso. E quantos devendem o não por ser "bem", mas que entretanto foram a Inglaterra fazer um aborto? HÁ POIS É!!!
TEMOS PENA!!! Mas o Sim vai ganhar! E não sou de direita nem de esquerda! Politica e religião não se deviam por neste assunto!
De Hugo Carvalho a 3 de Fevereiro de 2007 às 14:41
Tens toda a razão.
Eu recebi um link com este blog de pessoal de direita que queriam gozar comigo. De qq modo, que fique claro: sou crítico dos actuais partidos, não me revejo em nada do que se passa actualmente. politizam demais, não defendem interesses de todos, mas os seus.
Não sei se votarei, mas acredito que se se gastasse metade das energias, que todos temos gasto agora, na prevenção e combate, isto já tava resolvido!


De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2007 às 16:23
O que está em causa é determinar quem defende a perpetuação do aborto clandestino e a sua criminalização e este é o significado de votar Não. Aqueles que não aceitam penalizar ainda mais a mulher com uma pena de prisão esses votam SIM, o voto de quem sabe que a actual criminalização não dissuadiu, nem dissuadirá as mulheres a recorrer ao aborto sempre que estas o considerem absolutamente necessário para acabar com uma realidade social injusta. Criminalização que afecta, particularmente, as mulheres das camadas mais desfavorecidas, já que não se podem deslocar ao estrangeiro.

É uma enorme hipocrisia afirmar que uma resposta positiva à pergunta do Referendo significa liberalizar o aborto. A manutenção do aborto clandestino é que significa a sua total liberalização: pratica-se em qualquer lado e em qualquer circunstância, sem aconselhamento médico, sem apoio em planeamento familiar e alimentando, entretanto, um negócio altamente lucrativo.

É uma enorme mentira afirmar também que se trata de “aborto a pedido” e sem motivo. Toda a gente sabe que há fortes razões económicas, sociais afectivas e psicológicas que atiram as mulheres para o aborto clandestino sujeito ao risco de prisão. Tal afirmação, destituída de qualquer sensibilidade face à realidade social que temos, encerra, igualmente, a ideia de que a mulher não tem capacidade de tomar decisões responsáveis e, como tal, deve ficar sujeita a perigo de morte ou de sequelas físicas e psicológicas, incluindo as situações de infertilidade.
É preciso pôr fim à hipocrisia, com uma votação massiva no Sim. Às mulheres que não o entendam fazer reconhecemos o seu direito, mas também elas devem reconhecer o direito a outras que, querendo fazê-lo, o possam fazer em condições de saúde.
De Victor Manuel Pereira de Passos a 8 de Fevereiro de 2007 às 09:20
Amigo parabens
Sou tambem Comunistas, mas sou livre e entendo que ninguém tem direito a destruir uma vida, sem oportunidade de defesa.
Os valores da grandeza e respeito da Sociedade veem-se por posições tomadas com bom-senso.
Porque o "SIM" não quer defender as mulheres da cadeia como dizem ,até porque só um decimo delas estão nessa situação..estão é a defender o crime de um ser que já está bem vivo.
Lamento a cegueira de alguns porque até a própria Lei já protege a mulher até ás doze semanas, que mais querem esses assassinos.
Existe prevenção para não engravidar...que eduquem..que divulguem mais na protecção da mulher ,através de campanhas escolares,em vez de gastarem o dinheiro dos Portugueses em passeios e jantaradas.
Estou grato a minha MÃE por me ter deixado nascer e dou os parabens a todas aquelas que permitem que tenhamos vida.Tenho dois filhos e são a minha alegria, pelo direito à vida, ao amor e liberdade de escolha.
CAMARADA abraço de CAMARADA pewla sua grandeza moral tem aqui um apoiante obrigado por estasrmos vivos e dar vida a esta luta ^~AO AO ABORTO...VIVA A VIDA

ABRAÇO FRATERNO CAMARADA

Victor Passos
De Victor Manuel Pereira de Passos a 8 de Fevereiro de 2007 às 09:28
CAMARADA
Sou Comunista tal qual você, adepto do NÃO AO ABORTO,por isso haja aproveitamento dos outros partidos ou não , nós temos que ter sempre bem vincados que somos seres livres..com direito de expressão pois o tempo do silêncio acabou.
Agradeço a sua grandeza moral e os valores Sociais e Familiares com que foi educado ..estou feliz porque também amo a vida ,amo a minha MÃE e os meus filhos...bem haja - a vida.

Muitos parabens não pela coragem , mas pela grandeza moral que demonstra....
Abraço fraterno
De Isabel Filipe a 8 de Fevereiro de 2007 às 16:43
Olá ...

Sou uma pessoa de direita ... mas respeito todos ...
acho que democracia é termos a capacidade de respeitarmos as ideias e ideais de cada um.

estou aqui para te dar o meu Aplauso por apoiares a VIDA.

se me permitires voltarei para te ler.

Um abraço


http://isabelfilipeartdesign.blogspot.com/
De editou a 9 de Fevereiro de 2007 às 13:53
D. Isabel, você ou qualquer outro visitante bem intencionado são sempre benvidos a este espaço que é publico, OBRIGADO, pelo seu apoio.
De Isabel Filipe a 9 de Fevereiro de 2007 às 16:39
Olá ....

Obrigada e
pfv D. Isabel não ....
só Isabel ... valeu???

vou voltar sim ....
Abraço

http://isabelfilipeartdesign.blogspot.com/
De Isabel Filipe a 9 de Fevereiro de 2007 às 16:45
... e claro que a minha porta está aberta ...
e espero uma visita ...
obrigada.

De raquel a 9 de Fevereiro de 2007 às 12:19
Não consigo perceber porque é que a esquerda defende o sim, a si compreendo-o completamente. Sou de direita mas sempre me pareceu que a bandeira da esquerda era a luta pela defesa dos mais desprotegidos e não a defesa das soluções fáceis ... Uma mulher com baixos níveis económicos quer que lhe criem condições para poder ter os seus filhos; quer que lhe garantam que não vai perder o emprego por estar grávida. Parece-me que se o sim ganhar a política vai passar a ser "Não tem condições para ter o bebe, aborte-o" e não a política de criação de condições para a maternidade.
Estou consigo e admiro-o

Comentar post

Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

pesquisar

 

Artigos Recentes

Não calam a censura. Ela ...

Moção de censura ao Gover...

GREVE GERAL dia 22 Março ...

O partido que esclarece, ...

Rejeitar o programa de ag...

Intervenção de Jerónimo d...

Faz pensar...

VOTE CDU

O PS não compreendeu... n...

Participa...

Arquivos

Junho 2012

Março 2012

Setembro 2011

Março 2011

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Junho 2005

Maio 2005

Mundo Laboral


A voz do proletário

Reforma Agrária

Esquerda Portuguesa


Partido Ecologista Os Verdes

Partido Comunista Português

Juventude Comunista Portuguesa

PCP - Boletim «O Militante»

Jornal «Avante!»

Sindicato - esquerda


CGTP - Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses

Esquerda no mundo


PCdoB - Partido Comunista do Brasil

VERMELHO . A esquerda bem informada.

PARTIDO COMUNISTA DE ESPAÑA

Κομμουνιστική Νεολαία Ελλάδας  Αρχική Σελίδα

Communist Party of Greece

Partido Comunista de Cuba

Camaradas de luta


Poder Popular

Explorados e Oprimidos

Vítimas do terrorismo

O Revolucionário

Unidade POVO/MFA


Bandiera Rossa

O anti-capitalista

O Verdadeiro Socialismo

ESPAÑA ROJA

Rádio e videos online




Estou no...


Estou no Blog.com.pt



PORTUGAL, ontem, hoje e sempre...
 

blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags