Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2007

Liberdade de viver


Despenalização do aborto

Referendo dia 11 de Fevereiro de 2007



Liberdade, uma palavra tão gasta mas muito mal conhecida...

Estamos a pouco tempo do referendo sobre a despenalização do aborto. Forças politicas e civis expõem todos seus argumentos a favor e contra. A Bandeira Vermelha pretende ser, e é, um espaço na defesa dos mais fracos contra os poderosos deste mundo: Muitas vezes nos associamos aos ideais comunistas, somos um espaço de esquerda, mas não obrigatoriamente adeptos a nenhuma força politica.

Aborto, tema que propomos hoje... Falei no inicio de liberdade e do uso errado que dela fazemos. A Bandeira Vermelha defende a liberdade, incluindo a liberdade de viver, liberdade essa que o aborto não respeita. Ninguém precisa mais de ser defendido do que um bebé ainda no ventre da mãe.

Os políticos deste mundo preferem despenalizar o aborto em vez de ajudar às futuras mães que tanta vez optam por abortar por questões pessoais e económicas. É normal que uma jovem que engravidou e que está a estudar, vivendo muitas vezes ainda na dependência económica dos pais, opte por abortar. Até porque é seu futuro que está em risco.
Uma família pobre sem recursos e com filhos já certamente optará pelo aborto pois não pode suportar economicamente mais um filho.

Mas se o Estado ajudasse a jovem a criar seu filho dando-lhe possibilidade de poder continuar seus estudos, será que ela quereria abortar?
Se a família pobre tivesse dinheiro, será que optaria pelo aborto?
Claro que as autoridade governamentais preferem o que fica mais barato, (pagar as despesas com um aborto, em vez de financiar a criação duma criança) até porque a vida para eles pouco significa. O que importa é a concorrência num mundo cada vez mais competitivo e capitalista.

Mas afinal, como A Bandeira Vermelha encara o aborto? Bom, para nós o aborto é crime pois entendemos que a vida começa quando o espermatozóide fertiliza o óvulo, por isso apoiamos o NÃO ao aborto.

Se se revê nos nossos ideais:
VOTE NÃO DIA 11 DE FEVEREIRO DE 2007.

A Bandeira Vermelha

A Bandeira Vermelha editou às 13:09

link do post | comentar | favorito
|
36 comentários:
De yutfy a 24 de Janeiro de 2007 às 20:26
Que blog tão engraçado que descobri agora....

Seus burros de merda! Deviam ter vergonha de defender uma ideologia que fez mais mortes que o nazismo e NUNCA defendeu a liberdade.
De daparosi a 26 de Janeiro de 2007 às 11:33
De facto, és mesmo tolerante e respeitador da Liberdade , logo tu... Pensa um pouco (se é que és capaz) antes de dizeres asneiras.

Camaradas do Bandeira Vermelha, parabéns pela coerência.
De pinkie_16 a 26 de Janeiro de 2007 às 16:16
na minha opniao e eu sou a favor do aborto, e nao tenhuh mal em o admitir... mas respeito as opinioes dos outros... tipo... o comentario em que eu respondo nao tem pes nem cabeça... meu deus se isto e um referendo em que os pros e os contra estao em campanha, nao tem propriamente de chamar merdas (desculpem o termo) nem outros...


o que eu digo...

sou a favor... sim
mas nao recrimino o nao...

De Anónimo a 26 de Janeiro de 2007 às 20:12
Quando acaba a razão começa a agressão...
Que ideia de democracia é esta?!...
Haja diferença de opinião mas respeite-se a dos outros!
Ou, se não for a bem como "nós" pensamos, vai à força?
E foram "os outros" os responsáveis pelos holocaustos que já ocorreram?
Alguém está a ver muito mal mesmo ou a nem sequer se enxergar a si próprio...
De Nuno Santos a 29 de Janeiro de 2007 às 01:49
É de salutar um blog com ideiais de esquerda defender o que para si é correcto e não o que é instuido por um partido (que só "contaminam" este debate). Parabéns, ganharam um leitor.

Defendo também o Não pelas mesmas razões que o autor do blog. Vamos defender quem não se pode defender! Vamos lutar pela Vida de um Novo Ser Humano! Avante!
De editou a 29 de Janeiro de 2007 às 13:49
Amigo Nuno,
Obrigado pelo apoio. PESSOALMENTE entendo que a liberdade é um direito do ser humano reconhecida nos "direitos do homem". Como tal, meus ideais de esquerda NÃO me impedem de pensar pela minha cabeça e JAMAIS me sujeitarei às forças politicas sejam de que quadrantes forem. FOI PARA SERMOS LIVRES QUE ACONTECEU ABRIL. Livres de ditaduras e de imposições de ideias somos todos homens, porque motivos não podemos ter opinião própria? e ser uma força politica a dizer-nos o que devemos defender?
De AG a 29 de Janeiro de 2007 às 11:28
Eu sou a favor da despenalização. Ninguém será obrigado a abortar!
De peloNÃO a 1 de Fevereiro de 2007 às 13:11
Ningém é obrigado a abortar, mas também não há muito mais saídas! o NÃO não critica o facto de as mulheres terem liberdade de fazer o que quizerem: apenas critica o Estado a dar o dinheiro para fazer o aborto em vez de o distribuir pelas mães (ou instituições que as ajudem) e que querem ter os seus filhos mas não podem!

As mulheres que têm um filho na barriga e não têm condições para o criar, o que fazem?? se só lhes dão dinheiro para abortar, abortam! se lhes derem dinheiro para criar os filhos, criam-nos!
claro q abortar sai mais barato ao Estado...

por isso, o mal é da pergunta!
Muitos que votam Sim não querem que se aborte mais e mais: apenas não querem que as mulheres que decidem, por alguma razão, abortar, não tenham que correr risco de vida para o fazer.
Os que votam NÃO, não querem que as mulheres sejam presas: querem apenas defender a vida, e acham que legalizar o aborto NÃO é a forma de fazer!

Mas a pergunta não é "quer que as mulheres que abortam vão para a cadeia?", nem tão pouco "vamos todos abortar que abortar é bom?". A pergunta é "quer que as mulheres possam abortar se assim quizerem, sendo que lhes é dado ajuda para o fazer, mas não é dada qualquer ajuda para criar os filhos se preferirem não abortar??"

Por isso votemos NÃO para acabar com esta pergunta enganosa (para os dois lados), e insistamos com o Estado para ajudar relamente essas mulheres a terem os seus filhos em condições!!!!!!
De Pedro Alviela a 29 de Janeiro de 2007 às 14:38
Julgo que sim, que é bem visto. Ser de esquerda é uma afirmação de luta peos direitos dos mais fracos. O que está agora em causa é isso mesmo.
Chateia-me que o "Não" fale dos dois lados: o embrião e a mulher e o "Sim" só fale da mulher. Porque é que há uma parte que só fala de metade do problema? Vontade de esconder uma das questões em causa?
Gosto das coisas claras.
De tomas costa a 29 de Janeiro de 2007 às 17:42
Os meus parabéns ao autor.
Sou de direita e aprecio a coerência aqui manifestada. Qualquer comunista devera pedir os apoios à maternidade, a facilitação da maternidade, através de medidas que não recriminem a mulher grávida etc... Em vez disso vemo-los a erguer bandeiras contrárias à sua ideologia base... Muitos parabéns pela coragem que demonstra
De alvaro a 29 de Janeiro de 2007 às 23:00
Quem é verdadeiramente de esquerda só pode votar NÃO, pois que é de esquerda é humanista.

E ser humanista é defender os mais fracos e indefesos.
De alguém de direita... a 1 de Fevereiro de 2007 às 12:42
Se toda a esquerda fosse assim tão coerente, tlvz tb eu fosse de esquerda!
São de louvar os ideais de esquerda, mas na verdade vemos os partidos a tomar decisões que não são coerentes com os ideiais de igualdade, liberdade e defesa dos mais fracos que proclamam ser os mais importantes! E o Sim neste referendo é mais um desses exemplos...
Haja ainda quem tenha a cabeça no lugar, e saiba distinguir o que é veradeiramente essencial.

Parabéns ao autor pelo NÃO :)
De alguém de direita... a 1 de Fevereiro de 2007 às 12:46
Se toda a esquerda fosse assim tão coerente, tlvz tb eu fosse de esquerda!
São de louvar os ideais de esquerda, mas na verdade vemos os partidos a tomar decisões que não são coerentes com os ideiais de igualdade, liberdade e defesa dos mais fracos que proclamam ser os mais importantes! E o Sim neste referendo é mais um desses exemplos...
Haja ainda quem tenha a cabeça no lugar, e saiba distinguir o que é veradeiramente essencial.

Parabéns ao autor pelo NÃO :)
De MCA a 30 de Janeiro de 2007 às 13:45
Quem são os autores deste blogue?
De Miguel a 30 de Janeiro de 2007 às 14:30
Interessante... quando me falaram deste blog não acreditei... mas é verdade... e é bom ver como a VIDA nos une! Há esperança... e depois de ver este blog... ela aumentou!
Obrigado!
M
De JB Puro e sem Gelo a 30 de Janeiro de 2007 às 18:13
Prezado Camarada!

Fico contente de saber que apesar de não ser Comuna como tu, há algo que nos une.

Viva a vida Camarada! VAMOS TODOS VOTAR NÃO

VIVA A REVOLUÇÃO PELA VIDA, VIVA 11 DE FEVEREIRO
De Anónimo a 30 de Janeiro de 2007 às 19:54
Quantas crianças, abadonadas pelas mães que resolveram ter o "seu" filho, os senhores já adoptaram?
De Indignado a 30 de Janeiro de 2007 às 20:19
então porque há mães que abandonam os filhos... ACHAS MELHOR MATÁ-LOS!!!
De João Miranda a 2 de Fevereiro de 2007 às 11:25
A liberdade de optar é fundamental. Quem quiser não praticar o aborto deve ter esse direito assim como quem não tem condições para ter um filho deve ter o direito a emendar o erro de o ter feito.

Comentar post

Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

pesquisar

 

Artigos Recentes

Não calam a censura. Ela ...

Moção de censura ao Gover...

GREVE GERAL dia 22 Março ...

O partido que esclarece, ...

Rejeitar o programa de ag...

Intervenção de Jerónimo d...

Faz pensar...

VOTE CDU

O PS não compreendeu... n...

Participa...

Arquivos

Junho 2012

Março 2012

Setembro 2011

Março 2011

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Dezembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Junho 2005

Maio 2005

Mundo Laboral


A voz do proletário

Reforma Agrária

Esquerda Portuguesa


Partido Ecologista Os Verdes

Partido Comunista Português

Juventude Comunista Portuguesa

PCP - Boletim «O Militante»

Jornal «Avante!»

Sindicato - esquerda


CGTP - Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses

Esquerda no mundo


PCdoB - Partido Comunista do Brasil

VERMELHO . A esquerda bem informada.

PARTIDO COMUNISTA DE ESPAÑA

Κομμουνιστική Νεολαία Ελλάδας  Αρχική Σελίδα

Communist Party of Greece

Partido Comunista de Cuba

Camaradas de luta


Poder Popular

Explorados e Oprimidos

Vítimas do terrorismo

O Revolucionário

Unidade POVO/MFA


Bandiera Rossa

O anti-capitalista

O Verdadeiro Socialismo

ESPAÑA ROJA

Rádio e videos online




Estou no...


Estou no Blog.com.pt



PORTUGAL, ontem, hoje e sempre...
 

blogs SAPO

subscrever feeds

tags

todas as tags